14.5.13

matam-me


É difícil. É incrivelmente impossível agradar a todos. Não dá. Eu chego a tentar mas acabo por ser tratada por estúpida. 
Eu sou a estúpida e dá cabo de mim viver assim. Dá cabo de mim ser a gota que faz transbordar o copo. Eu de mim já sou a pessoa mais stressada que conheço, mas as pessoas fazem-me sentir fora deste mundo, fazem-me sentir a ovelha negra, a caneta que já não escreve, uma onda num lago, um pássaro sem canto, a chiclete que prende no sapato,...
Eu sou uma merda, é isso ? Agradeço a todos vocês que me fazem sentir assim, a todos vocês que me vão destruindo aos poucos e muitos.

6 comentários:

sam disse...

nao tenhas medo, o amor é bom

Jun disse...

Não ando a gostar da minha escrita mas isso com o tempo muda, certo?
E não és uma merda doce, não sei!

Tiz disse...

Não és assim. Tu és uma pessoa espectacular, sempre pronta a ajudar os outros!!

mary disse...

não és uma merda, não. tens de sorrir:)
(voltei para o made in china!!)

bruni disse...

oh princesa nao existem pessoas assim! e tu es bonita assim, como es e ninguem te pode deitar abaixo assim!! tens que ser forte! e oh quem me dera voltar a mim, inteira

nês disse...

oh minha querida sei perfeitamente o que é sentir isso, acho que ando a passar pelo mesmo, mas tens de tentar ultrapassar isso e sorrir verdadeiramente!