12.11.12

medo

eu não sei o que sinto, se é cheia de energia se cansada, falta algo em mim. eu não sou eu, e eu quem é? à noite tenho tendência a perder-me, perco-me facilmente ao som de uma musica, no escuro, perco-me e o melhor caminho a seguir é o sono.
pergunto-me porque será que me sinto assim, será por me levantar cedo todos os dias, por ter mudado de escola ? nada disso me parece justificável, não vejo nada de errado no meu presente. os meus dias são bons e eu divirto-me, eu tenho uma boa vida, mas à noite... à noite não sou mais eu. se não existe problema no presente o mal está nos outros tempos, no passado onde tudo foi por água a baixo e no futuro onde eu guardo medo. é tão mau para mim falar de medo - eu detesto o medo - ele cria limites e torna-nos mais fracos. é verdade que eu tenho medo do futuro, tenho medo de não encontrar a pessoa certa para estar do meu lado, tenho medo de deixar por fazer tudo aquilo que quero, tenho medo de não ter uma chamada de boa vida, no qual está incluído um bom emprego e felicidade. quero tudo isso e tenho medo de nada ter e voltar a sofrer e me iludir.

6 comentários:

Tiz disse...

podes fazer com as outras pessoas tal como fizeste comigo... Pede segredo e se realmente forem de confiança guarda-lo-ão :)
Continua em segredo o teu blog, pelo menos de minha parte :)

Aurora disse...

Obrigada boa alma <3

Tatiana Costa disse...

Gosto muito do teu blogue <3

mary disse...

doce, concentra-te no presente! Não penses no que te aconteceu num passado porque já não importa mais e o que vem ainda está longe... aproveita bem o dia de hoje!

Tatiana Costa disse...

A minha gata tem um olho azul porque é cega desse olho :/

Miguel disse...

está mesmo bem escrito e não me podia relacionar menos com o texto.
vou seguir :)